COMO combater PULGÕES e COCHONILHAS com CALDA de DETERGENTE

Em: Blog Mania de Flor Em: Hit: 23189

Você tem encontrado pulgões devorando os brotos das suas plantas ou cochonilhas brancas alojadas nas suas plantas preferidas?

Então esse vídeo é para você! E se você ainda não viu, mas cultiva plantas, esse vídeo também é para você! Porque mais cedo ou mais tarde, infelizmente eles vão aparecer!

Nesse vídeo eu vou te contar o que uso para combater essas pragas, é uma receita fácil, barata, que todo mundo tem em casa e que não é prejudicial nem para a natureza e nem para nós.

Antes de te passar a receita é preciso lembrar que sempre que utilizarmos uma calda defensiva precisamos identificar qual praga queremos combater, pois cada uma é específica para um tipo.

Não resolve aplicar esta calda se a planta está com sinais de fungo, de podridão por exemplo... senão é como se tomássemos remédio para gripe quando estamos com dor de barriga, não vai resolver! 

Se forem pulgões (aqueles bichinhos pequenininhos na cor preta, verde, amarelo ou até vermelhos) que normalmente atacam os brotos das plantas e as partes mais macias e molinhas, essa calda vai ajudar SIM!

Se você estiver vendo cochonilha farinhenta, aqueles bichinhos que parecem um algodão, você também pode usar esta receita.

O que não adianta é aplicar esta calda para cochonilhas de carapaça, aquelas que tem uma casquinha, pois ela não vai ser eficiente (para este caso é ideal usar uma calda mais oleosa para penetrar nessa carapaça, como o inseticida a base de óleo de neem.

O segredo para obter o sucesso no combate dos pulgões e cochonilhas farinhentas com o uso desta receita está no uso da dosagem correta do detergente e na reaplicação. Se fizer uma mistura muito fraquinha ou aplicar só uma vez, não vai funcionar!

Quando aplicamos uma única vez, não conseguimos matar todos os bichinhos. Alguns ficam escondidos ou a calda não chega até eles. Por isso sugiro aplicar a cada 3 dias caso a infestação seja muito grande e persistente.

Lembrando que os bichinhos que morrerem não vão sair ou se desprender sozinhos da planta. Então o que eu faço é aplicar num dia, observar no outro, se não tiver bichinhos se mexendo, eu passo um pano úmido se for folhas firmes ou faço um esguicho de água se for folhas molinhas...

Passou os 3 dias, faço nova reaplicação.

RECEITA

Você vai precisar de um borrifador para aplicar a calda, água, detergente neutro de qualquer marca e uma colher de sopa.

*Para cada 1 litro de água eu diluo 3 colheres de sopa bem cheias de detergente.

Misture com cuidado para não fazer espuma e aplique diretamente nas pragas, sem mistério. Não se preocupe se a água escorrer para a terra porque esta diluição não trará problemas para a planta.

DICAS

- Toda a calda deve ser aplicada no final da tarde quando a planta não estiver recebendo sol sobre ela.

- Observe com cuidado sua planta para agir sempre no início de uma infestação, porque será mais fácil de combater as pragas.

- Caso você siga todas as recomendações que eu ensinei de dosagem correta e da reaplicação por pelo menos 3 ou 4 vezes e mesmo assim não conseguir eliminar as pragas, sugiro utilizar um inseticida de óleo de neem que é um produto orgânico. Mas sempre comece com essa calda de detergente que é fácil e não agride o meio ambiente.

- Plantas adubadas são mais resistentes ao ataque destes bichinhos, então mantenha a adubação em dia.

- Também siga sua rotina de regas corretamente e não deixe que as suas plantas sofram, desmaiem antes de você regá-la pois esse estresse hídrico faz com que as pragas se aproveitem da planta neste momento de fragilidade.

Eu espero ter te ajudado compartilhando essa receita que uso aqui nas minhas plantas. Se você gostou não esqueça de clicar em curtir e de se inscrever no meu canal.

Nos vemos no próximo vídeo, um beijo e até lá!