RENDA PORTUGUESA - COMO CULTIVAR, PODAR e fazer MUDAS

Em: Blog Mania de Flor Em: Hit: 8938

Obaaa no vídeo de hoje eu vou falar sobre uma samambaia que vive muitos anos quando cultivada do jeito certo. Algumas pessoas conhecem como Samambaia Pé de Coelho, mas é mais conhecida como Samambaia Renda Portuguesa.

E nesse vídeo eu vou te falar o jeito certo de cultivá-la e vou te mostrar como fazer mudas e como fazer a poda radical para que ela cresça e fique bem cheia de folhas.

LUMINOSIDADE

Ela gosta de muita claridade sem sol direto. Se for um solzinho fraco do começo do dia ou do final da tarde OK, mas não deixe sua Renda recebendo sol diretamente sobre ela nos horários mais quentes.

Também não deixe sua Renda Portuguesa muito longe de uma entrada de luz natural, ela precisa de claridade, senão suas folhas começam a cair, a planta vai definhando e fica muito suscetível ao ataque de pragas.

REGA

Em relação a rega ela gosta que o solo se mantenha levemente úmido, então sempre que tocarmos o solo e sentirmos que ele começou a secar, podemos regá-la. 

Mas atenção, ela é uma planta que não tolera o encharcamento, por isso precisamos deixar o solo secar um pouco entre as regas e não devemos deixar água acumulada em pratinhos.

SUBSTRATO

Para que a água das regas possa escorrer com facilidade precisamos utilizar um substrato que seja soltinho e com uma boa drenagem. Existem substratos prontos próprios para samambaias ou você pode preparar o seu substrato.

Eu misturo um pouco de terra vegetal com húmus de minhoca, uma porção de cascas de árvore, carvão triturado e musgo esfagno, que eu compro em embalagens como substrato para orquídeas, e também gosto de misturar um pouco de chips de coco.

Assim eu fico com um substrato soltinho, com boa drenagem, mas que ajuda a manter um pouco a umidade que as samambaias gostam.

PRAGAS

Em relação as pragas eu posso citar como os principais problemas o ataque de lagartas e os pulgões.

No caso das lagartas você vai notar folhas comidas e bolinhas pretas próximo ao vaso ou no substrato que são os cocozinhos desses animais.

Tem que observar bem no verso das folhas e na base da planta porque elas ficam escondidas. Aí você pode fazer a catação manual com uma luva, eliminar as lagartas ou então se quiser, levar até um local como um terreno baldio e deixá-las para lá, passar por todo o seu desenvolvimento até virar uma borboleta.

Outra solução é aplicar um inseticida como o Óleo de neem ou aplicar um Controle Biológico, que é um produto natural composto por bactérias que de uma maneira natural combatem as lagartas.

Outro problema comum é o ataque de pulgões nos brotinhos da planta, e nesse caso você pode aplicar uma Calda de Detergente, que eu já ensinei aqui no canal, ou aplicar também o inseticida a base de Óleo de neem.

ADUBAÇÃO

Para adubação você pode utilizar o Bokashi ou os adubos específicos para samambaias. Faça a aplicação 1x por mês.

MUDAS

Nós podemos fazer a divisão de touceiras, ou seja, repartir a planta mãe separando as mudas. Você pode utilizar uma tesoura afiada ou uma faca para ir cortando os pedaços e separando as mudas.

Outra maneira é através das estacas dos rizomas que são esses galhos e que ficam parte enterrados e parte para fora do vaso. Basta cortar um pedaço de aproximadamente 15 cm do rizoma, os melhores são os que retiramos com um pedacinho da raiz. Aí enterramos um pedaço do rizoma um pouco inclinado, deixando parte sem terra, assim como eles ficam nas plantas adultas.

Deixe as mudas em local bem iluminado sem sol direto e mantenha o substrato levemente úmido.

PODAS

E agora uma parte bem polêmica: corto todas as folhas da samambaia no final do inverno ou não? E a resposta é que se você podar você vai estimular a sua planta a enraizar mais, a crescer mais e a emitir muitas folhas novas. Há os que digam que não é necessário fazer isso todos os anos, mas a cada dois anos é recomendado.

A época correta para fazer essa poda é em meados de agosto ou começo de setembro e basta a gente cortar todas as folhas da planta.

Eu espero que você tenha gostado desse vídeo, me conta se você já cultiva a Renda Portuguesa.

Não esqueça de clicar em curtir e se inscrever no meu canal. Nos vemos no próximo vídeo, um beijo e até lá!