PACOVÁ - COMO CULTIVAR essa PLANTA LINDA DENTRO de CASA

Em: Blog Mania de Flor Em: Hit: 4534

Obaaa no vídeo de hoje vou falar sobre uma planta muito resistente que é ideal para ser cultivada dentro de casa, tem folhas verde escuras, grandes e brilhosas, é o Pacová.

O Pacová também é conhecido como Babosa-de-pau, porque tem um caule gordinho que armazena água e lembra a babosa, mas eles não são da mesma família. Ele é um filodendro nativo da mata atlântica aqui do Brasil, é parente da costela de Adão e por isso tem o cultivo bem similar.

Ele tem as folhas grandes, verdes escuras e brilhosas e elas são firmes, duras, por isso são chamadas de coreaceas que lembram couro. Por conta dessa característica é fácil fazermos a limpeza das folhas utilizando um pano úmido apenas com água para que elas se mantenham limpas e brilhosas.

Na natureza o Pacova é uma planta epífita, ou seja, ele nasce apoiado nos troncos das árvores, mas lembrando que ele não é uma planta parasita, ele apenas usa o tronco das árvores para se apoiar e crescer. Por esse motivo ele solta raízes bem longas e se colocarmos um tutor no vaso suas raízes vão se apoiar nele e o Pacová terá um crescimento mais vertical.

LUZ

A luminosidade que o Pacová recebe no seu habitat natural é uma luz filtrada que passa por entre as folhas das árvores. Então por isso, ele é uma planta muito boa para cultivarmos dentro de casa em locais com bastante claridade mas sem sol direto.

Se o ambiente que você quer deixar o seu Pacová receber algumas horinhas de sol fraco, tudo bem, o que ele não tolera é sol nos horários mais fortes do dia.

REGA

O Pacová deve ser regado sempre que o solo estiver levemente seco.

Não espere o solo esturricar, secar demais! Mas também não deixe o solo encharcado, pois como ele tem um caule que armazena água ele pode apodrecer com excesso de umidade no solo. 

E para sabermos quando é a hora certa de regar é só tocar o substrato para sentir a umidade. Tocou solo e a terra não grudou no dedo é hora de regar e aí você pode regar todos substrato até a água começar a sair pelos furos e drenagem.

Como o Pacová é originário de florestas úmidas ele gosta que a gente borrife água nas folhas sempre que estiver muito calor ou a umidade do ar muito baixa. E se você tiver um tutor no seu vaso também pode borrifar água no tutor para manter a umidade das raízes.

PRAGAS E ADUBAÇÃO

Em relação as pragas o Pacová é uma planta muito resistente, e eu nunca tive problemas com cochonilhas, pulgões e nem problemas com doenças. Mas sempre fique atento e tenha o hábito de observar as suas plantas de perto, olhando frente e verso das folhas e também caule e substrato.

Manter a planta adubada também é uma maneira de prevenir estes problemas, então eu costumo adubar o meu Pacová 1x por mês utilizando o Bokashi que é um adubo orgânico, rico em vários nutrientes e que também melhorar a qualidade do solo. Adubação foliar também é uma boa opção já que o Pacová tem folhas grandes e largas e aí é só borrifar o adubo nas folhas intercalando nos meses com o adubo que aplicamos no solo.

MUDAS

O Pacová produz flores discretas e que não tem grande valor ornamental, mas por produzir flores e consequentemente sementes, ele pode ser reproduzido através de sementes, porém é um processo bastante delicado e demorado. Outra maneira de fazer mudas é quando a planta já está adulta, ela tem o caule mais fibroso e aí basta cortar um pedaço do caule mantendo preferencialmente algumas raízes e plantar diretamente no substrato.

SUBSTRATO

Precisamos preparar um substrato bem soltinho com bastante matéria orgânica, com materiais que permitam a drenagem do excesso de água e também a oxigenação das raízes já que o Pacová é uma planta epífita e na natureza não nasce no chão e sim, nas árvores.

Mas aqui atenção: não precisamos utilizar apenas casquinhas de árvore, e fibra de coco, no cultivo em vasos podemos preparar um substrato com terra vegetal, húmus de minhoca, casquinhas e carvão triturado. Assim ele ficará soltinho, com boa drenagem, mas também conservando um pouco de umidade para as raízes.

IMPORTANTE

E a última informação é que o Pacová é uma planta tóxica para pets e crianças se ingerido, então atenção aí no cultivo na sua casa!

Eu espero que você tenha gostado de aprender sobre essa planta tão resistente, tão linda, que traz esse ar tropical para as nossas florestinhas dentro de casa.

Não esqueça de clicar em curtir e se inscrever no meu canal, nos vemos no próximo vídeo, um beijo e até lá!