COMO FAZER uma FLORESTINHA dentro de CASA - PASSO A PASSO

Em: Blog Mania de Flor Em: Hit: 595

Obaaa no vídeo de hoje vou te dar 3 passos para você também montar uma florestinha aí na sua casa! Serão dicas práticas e que vão te ajudar a escolher melhor as plantas, cuidar e arrumar de um jeito que faça parte da decoração. Também vou te dar uma lista de plantas que poderão compor esse espaço.

1º PASSO

O primeiro passo é o mais importante quando você for montar a sua florestinha: é a escolha correta do local. Muitas vezes escolhemos o local pensando no efeito visual na decoração e esquecemos que mesmo as plantas de ambiente interno, que são plantas de sombra, não podem ficar longe de uma entrada de luz natural.

Então escolha um local que fique no máximo a 3 metros de distância de uma entrada grande de luz ou então no máximo a 1,5 metros de distância caso seja uma entrada pequena de luz. Quanto mais próximo e maior quantidade de luz natural que as plantas receberem melhor elas irão se desenvolver.

2º PASSO

O segundo passo é a escolha das plantas e aqui eu vou dar algumas dicas em relação ao formato das plantas. Na natureza existem plantas de formatos mais compridos, com crescimentos mais verticais, existem plantas com formatos mais arredondados, existem plantas pendentes e plantas com formato multidirecional,  e cada um dos formatos pode ajudar a compor melhor o espaço.

Plantas mais compridas ficam melhores nos cantos, nas bordas e também são as plantas utilizadas mais atrás, caso você vá compor vasos uns na frente dos outros.

Já as plantas pendentes são ideais para todos os tipos de suportes mais altos, pois olhamos a planta de baixo. É fácil perceber que as ramagens caídas ficam melhores em suportes suspensos.

As plantas com formatos mais arredondados ou multidirecionais podem ficar um pouco mais à frente das plantas mais altas e ajudam a preencher o espaço. Podem ser posicionadas em vasos diretamente no chão ou apoiada em suportes não muito altos.

3º PASSO

O terceiro passo vamos falar do plantio e da escolha dos vasos. Aqui, uma dica legal é optar por vasos da mesma cor ou então agrupa-los por cor para que a florestinha tenha destaque para as plantas e os vasos não chamem tanto a atenção. 

Em relação aos vasos existe uma variedade muito grande no mercado e eu aprecio muito os vasos de polipropileno que é um material plástico, muito resistente e principalmente leve.

Eu também utilizo suportes com rodinhas para apoiar os vasos maiores para que eu possa movê-los com facilidade quando preciso limpar embaixo.

PLANTIO

A primeira coisa é furar o vaso utilizando uma furadeira, ou uma chave de fenda com a ponta quente ou outro objeto cortante conforme o material do vaso. O importante aqui é a saída do excesso de água para evitar encharcamento da planta.

Depois do vaso furado vamos fazer uma camada no fundo que pode ser feita com argila expandida, pedra brita, caco de telha ou de vaso quebrado ou até mesmo reutilizar isopor nos casos dos vasos bem grandes. A quantidade de material vai depender do tamanho do vaso, vasos pequenos fazemos uma camada menor e vasos mais altos uma camada mais generosa, mas em regra geral costumo colocar 1/3 do tamanho do vaso.

Depois colocamos uma manta para separar esta camada do fundo do substrato, e aqui também existem algumas opções de materiais como a manta sintética ou podemos reutilizar um tecido velho que tenha boa passagem de água por ele.

E aí sim colocamos um pouco do substrato. Eu sempre digo que o substrato precisa ser soltinho para que as raízes da planta possam se desenvolver então costumo misturar casquinhas de árvore e carvão triturado na terra para deixá-lo mais leve. Outro material que costumo misturar nos substratos é areia grossa de construção, pois ela ajuda a deixar o substrato com boa drenagem.

Gosto de dar uma soltadinha de leve nas raízes da planta, posiciono no centro do vaso e aqui atenção pois às vezes a planta tem uma frente predominante então observo para colocá-la do lado certo preencho com substrato até cobrir todas as raízes e deixar a planta firme.

Rego em seguida para hidratar as raízes e assentar o novo substrato. Uma opção é colocar casquinhas de árvore ou outro material natural para dar o acabamento ao vaso.

Agora é só posicionar a planta no local escolhido e cuidar direitinho dela. 

Não se preocupe em colocar todas as plantas de uma única vez, vá curtindo, aprendendo e acrescentando novas plantas aos poucos.

Eu espero que você tenha gostado, não esqueça de clicar em curtir e se inscrever no meu canal, nos vemos no próximo vídeo, um beijo e até lá!