ASPLÊNIO - COMO CULTIVAR e COMBATER PRAGAS

Em: Blog Mania de Flor Em: Hit: 1556

No vídeo de hoje eu vou te contar como salvei o meu asplênio dos ataques de pulgões. Não foi fácil, mas eu vou compartilhar com você tudo o que fiz e como agora a minha planta está linda e saudável.

Os asplênios são folhagens ideais para cultivar dentro de casa e uma ótima notícia é que eles são seguros para quem tem animal de estimação.

Os asplênios são plantas originárias das florestas quentes da Ásia, e no seu hábitat natural nascem apoiados nos troncos das árvores, ou seja, são plantas epífitas.

Hoje em dia existem muitas variedades de asplênio que são comercializadas e alguns têm as folhas lisas, outros têm as bordas das folhas crespa, outros têm a folha toda querer espinha, outros são retorcidos como um furacão e também existem usa asplênio com as folhas rajadas como peles de crocodilos. O cultivo de todos eles é o mesmo e eu tenho certeza de que assim como eu, você vai querer ter um de cada, não é mesmo?

Os asplênios pertencem à família das samambaias e por isso a forma de cultivá-los é similar, e a multiplicação também é a mesma, através dos esporos. Os esporos são como se fossem sementes, que quando entram em contato com o solo e tem as condições ideais para se desenvolver germinam e formam novas plantas.

Nos asplênios os esporos formam riscos marrons no verso das folhas e que não devem ser confundidos com pragas ou doenças.

Esta forma de reprodução é muito demorada e difícil de fazer em casa.

Os asplênios têm muitos nomes populares, mas o mais conhecido é ninho de passarinho devido ao formato das suas folhas lembrarem um ninho e ou também por serem propícias para os passarinhos o usarem como ninho.

LUMINOSIDADE

Devemos cultivá-los em ambientes com bastante luminosidade, porém sem sol direto principalmente nos períodos que o sol está mais forte. Ele é uma planta de sombra ou meia sombra.

REGA

Eles gostam que o substrato seja regado com frequência, porém nunca encharcado.  Devemos regar sempre que tocar o solo e sentir que ele está levemente seco. A dica é nunca regar o centro da planta evitando molhar o ninho, mas sim direcionando o bico do regador para o substrato.

Os asplênios gostam de umidade no ar, por isso não gostam de ser cultivados em ambientes com ar-condicionado, e é indicado borrifa água frequente nas suas folhas para aumentar a umidade e garantir que ele não fique com as pontas das folhas secas.

PRAGAS

As pragas mais comuns que atacam os asplênios são os pulgões e eles começam atacando as folhas e brotos novos, mas conforme a infestação aumenta eles vão se espalhando para o restante da planta. Eu também já observei ataque de cochonilhas de carapaça e a forma de combatê-la foi a mesma.

Muitas vezes quando uma planta é atacada significa que tem algo em desequilíbrio no seu cultivo. No meu caso percebi que o ambiente de cultivo estava muito abafado, eu estava dando intervalos muito longos entre as regas e a adubação não estava em dia.

Melhorei tudo isso colocando a planta em local com bastante circulação de ar (longe das demais plantas) e passei a fazer regas e adubações mais frequentes.

Para combater os pulgões fiz aplicações com inseticida orgânico à base de óleo de neem. Eu aplicava a calda e passava um paninho para retirar o excesso de pulgões. Repeti a aplicação a cada 4 ou 5 dias até perceber que havia eliminado 100% das pragas.

É importante lembrar que se aplicarmos apenas uma vez o inseticida, iremos matar alguns bichinhos, e o restante que ficou e os ovos vão dar continuidade ao ciclo da praga.

Eu sempre aplico no final da tarde, quando há menor incidência de luminosidade. 

ADUBAÇÃO

Eu adubo 1x por mês meus asplênios e intercalo o tipo de adubo que utilizo (orgânico, mineral e foliar).

SUBSTRATO

Terra vegetal, húmus de minhoca, cascas de árvore, carvão triturado e um pouco de areia grossa de construção.

Eu espero que você tenha gostado de aprender tudo sobre o asplênio e como salvá-lo caso você esteja passando por um ataque de pulgões ou cochonilhas por aí.

Não esqueça de clicar em curtir e se inscrever no meu canal.

Nos vemos no próximo vídeo um beijo e até lá!